Mensagens

A mostrar mensagens de Novembro, 2012

Entrada para a sustentabilidade da Glória

Jogo no altar do jogo

Um jogo com mais casas

O mesmo jogo do abate, sem tabuleiro

Outro tabuleiro, outro jogo?

Outro tabuleiro para o jogo do galo

Abate e tabuleiro de jogos

Sem muros, sem ponte

Sem muros, o jardim

A noite que chega mansa

Ácer, Minho, Outono.

A vida

O fim da tarde assombrada

As cores todas

Os meus olhos

O outono à porta

E, em volta, as carpideiras vestidas para o outono

Sobram as sombras das raízes

Não é o inverno, é o inferno

Despida para o inverno

Em volta dela, operários aguçam as mãos para o abate

Outono em Moncorvo