Quem recusará "snifar" o seu pai?

Keith Richards: as filhas podem snifar as suas cinzas PÚBLICO 11/09/2015 - 10:55 O músico dos Rolling Stones diz que elas podem fazer o mesmo que fez com o pai. Keith Richards com a mulher Patti Hansen esta semana em Londres REUTERS 0 TÓPICOS Música Rolling Stones Keith Richards não resistiu novamente ao humor negro, desta vez numa conversa com o jornal britânico Daily Mirror: as filhas podem snifá-lo depois de morto. O guitarrista dos Rolling Stones está a promover o seu próximo álbum a solo (o terceiro), Crosseyed Heart, que sairá a 18 de Setembro, juntamente com um documentário da Netflix intitulado Under the Influence, e lembrou a polémica de 2007 em que disse que tinha cheirado as cinzas do pai. Cinco anos após a morte do pai, Bert, contou que tinha misturado as suas cinzas com cocaína e inalado. "A coisa mais estranha que já tentei cheirar? O meu pai", disse Richards. "Eu snifei o meu pai. Ele foi cremado e não resisti a pulverizá-lo com uma snifadela", disse na época ao jornalista musical Mark Beaumont da revista NME, acrescentando que o pai não se teria importado. Depois da história ter corrido mundo, disse que era apenas uma brincadeira para ilustrar a proximidade com o pai. Mais tarde, em 2010, esclareceu que tinha espalhado a maioria das cinzas à volta de um carvalho. Agora, voltou à história. "Eu dou-lhes uma palhinha", referindo-se aos canudos para inalar o pó que deixaria às filhas e que as autorizava a cheirá-lo. O músico, que tem quatro filhas e um filho (não é claro poque é que ele não foi incluído nesta forma original de luto...), tem uma longa história de adicção com drogas duras, que abandonou em 2006 depois de um problema de saúde.

Comentários