A dona palmira e o legista amigo do velho que lia jornais

Quando O velho partiu, já tinha posto as leituras daquele dia em dia. Sentado no sofá com o jornal sobre os joelhos, o velho dormia como habitualmente. Dona Palmira disse, como sempre diz: "Bem, está tudo arrumado! Vou andando! Até amanhã!" E foi-se para a sua vida, sem ter ouvido uma palavra do velho. Como sempre, o velho quedava-se mudo e quedo perante a loquacidade de Dona Palmira e ela já se tinha habituado e até tinha moderado as conversas e a cantoria enquanto trabalhava nas manhãs do velho leitor de jornais. O médico legista havia de dizer no dia seguinte (com a Dona Palmira ouvir) que o velho tinha partido antes dela sair no dia anterior e que, sim!, lhe parecia que o seu velho amigo tinha posto as leituras daquele dia em dia porque devia ter sido a última página do jornal de há duas semanas a dar-lhe a volta às tripas.

Comentários

Mensagens populares