os dias


ontem passaram por mim versos em bando
filigranas de letras unidas esvoaçando

e eu confesso que nem reparei como era bela
a moça de cabelos presos pelo poema
na tocaia de quem lhe soltasse os cabelos

e entrando dentro dos seus olhos à janela
pudesse ver-me assim distraído e triste poeta infeliz

que só pensa em formas eficazes de desentupir a sanita.

Comentários

Mensagens populares