Prevertido


Prévert foi ao mercado das flores
comprar as flores mais lindas e mais silvestres
para adornar o peito da mulher mais bela.


Prévert foi ao mercado das roupas
comprar os vestidos mais leves, frescos e belos
para vestir o corpo da mulher mais bela.


Prévert foi ao mercado dos vinhos
comprar os melhores néctares
para celebrar a mulher mais bela.


Prévert foi ao mercado das ferragens
comprar a corrente mais bonita e forte
para prender a mulher mais bela.


Prévert foi ao mercado dos escravos
para comprar a mulher mais bela




Felizmente tu,
meu amor,
não estavas lá.










para me lembrar outro Arsélio Martins de outro século

Sem comentários:

Jornadas de Educação